Perigos da Luz Azul Para a Pele

Olá, meninas!

Caso vocês não saibam, seu smartphone— juntamente a tablets, laptops e telas de TV — emitem luz azul. A grande questão, é que quando estamos expostos a ela por muito tempo, pode causar vários danos a nossa pele, sendo estes muitas vezes irreversíveis.

Pensando nisso, resolvi escrever este artigo para explicar para vocês quais são os principais danos que a luz azul traz para a pele e como nos protegermos de maneira eficaz desse perigo tão constante em nosso dia a dia. Então, bora lá?

O Que É a Luz Azul?

Para entender o que é a luz azul, é preciso entender o que é luz visível. A luz azul é uma das várias cores no espectro de luz visível. As outros são:

  • vermelho
  • laranja
  • amarelo
  • verde
  • ciano
  • violeta

A luz que atinge e penetra no olho humano, meninas, é dividida em luz visível, incluindo comprimentos de onda de 380 a 780 nm, e luz não visível, que inclui luz no alcance ultravioleta (luz UV) e alcance infravermelho (luz IR). 


Juntos, eles produzem a luz branca que você vê quando o sol – a principal fonte de luz azul – está brilhando. Luz fluorescente e LED (luz-emissor de diodo) de lâmpadas também emitem luz azul. Ela é um intervalo do espectro de luz visível, com comprimento de onda situado entre 400 e 450 nm.

E, assim como os raios ultravioleta ou UV (que estão ligados a danos na pele), emissores de luz azul podem afetar sua pele.

Principais Danos da Luz Azul Para a Pele

Já sabemos dos danos a longo prazo da luz visível, em especial a luz branca emitida pelo sol. Porém, pesquisas recentes comprovaram que a luz azul em nossa pele é tão perigosa quanto sua originária.

Visão e Sono

Em relação à nossa visão, pesquisadores constataram que o excesso de luz nas faixas ultravioleta e azul-violeta pode causar lesões no olho humano. Além de causar inflamação dolorosa da conjuntiva e da córnea, ela pode produzir lesões no cristalino do olho (p. ex.: catarata) e, sobretudo, na retina (degeneração macular).

Além disso, a luz azul que emana dos smartphones ou aparelhos eletrônicos é o tipo que afeta negativamente o sono por bloquear a produção de melatonina. Esse hormônio começa a ser liberado ao entardecer, o que pode provocar insônia. 

Envelhecimento Precoce

A luz azul apresenta danos potenciais à pele por meio da geração de radicais livres. Isso pode contribuir para o envelhecimento da precoce da pele, como os efeitos à exposição aos raios UVA. 

No entanto, diferente da luz branca, a luz azul consegue penetrar mais profundamente na pele — especificamente na derme, onde nosso colágeno e elastina vivem. Por isso, é sempre bom se atentar aos sinais que ela dá no dia a dia, como o surgimento de linhas de expressão e a falta de viço.

Manchas

Para vocês terem ideia, passar quatro dias de trabalho (de oito horas) na frente de um computador, nos expõe à mesma quantidade de energia que 20 minutos ao sol do meio-dia.

Colocando em perspectiva, sete minutos de exposição ao sol às 13h são poderosos o suficiente para induzir o bronzeado imediato. Amedrontador, certo? 

A luz azul pode causar alterações diretas nas células responsáveis pela pigmentação da nossa pele. O resultado dessa exposição sem proteção é a hiperpigmentação e a melasma. Um estudo vinculou o aumento do inchaço, vermelhidão e alterações de pigmento em pessoas com pele mais escura.

Como Se Prevenir dos Danos da Luz Para a Pele?

O principal a se fazer para prevenir os danos causados pela luz azul é diminuir o tempo de exposição a ela. Porém, essa não é uma opção para muitas pessoas, principalmente aquelas que têm empregos baseados em computador. Porém, existem outras formas:

Proteção de Tela

Cubra seus telefones e computadores com uma película protetora para luz azul. Alguns smartphones e monitores têm uma configuração que desativa a luz azul em favor da luz amarela (muitas vezes chamada de 'modo noturno'), o que facilita a visão e protege a pele. 

Se seus aparelhos eletrônicos tiverem esses recursos, utilize-os o tempo todo, como um ótimo método anti-envelhecimento e economia para a vista.

Protetores Solares

Quando se trata de proteção da pele contra a luz azul, com o auxílio de produtos, proteja-se com um protetor solar. Ele é o principal produto a proteger contra os efeitos nocivos causados pelos raios UVA e UVB e, claro, da luz azul. 

Casos vocês não saibam, meninas, existem dois tipo de protetores solares: os químicos e os físicos. Os protetores solares químicos absorvem os raios solares, tornando-os radiação de baixa energia, sem capacidade de penetrar na pele e causar prejuízos.

Após a aplicação, as substâncias do produto precisam ser absorvidas pela pele, por isso, sua ação não é imediata. Além disso, são menos visíveis na pele e precisam ser reaplicados com maior frequência, afinal, fazem efeito por menos tempo.

Já os protetores solares físicos criam uma espécie de barreira na pele, que reflete os raios ultravioleta, impedindo sua absorção.

Eles também são conhecidos como protetores inorgânicos ou minerais, devido às moléculas utilizadas em sua composição, geralmente o óxido de zinco e o dióxido de titânio. Ao contrário dos filtros químicos, os físicos têm atuação imediata após a aplicação.

Antioxidantes

Além de protetores solares, a aplicação de antioxidantes tópicos (como hidratantes), além de uma dieta rica em antioxidantes (com frutas e vegetais frescos em abundância) pode aumentar a defesa da nossa pele contra danos da luz azul.

Produtos Le Fruit Que Protegem da Luz Azul

Caso vocês tenham manifestação rugas e linhas finas na pele, o ideal é a utilização de produtos com ação preenchedora. Para o tratamento de ambos, sugiro a vocês o uso da Máscara Facial Suavizante Gerânio: porque além de hidratar, ela suaviza as linhas de expressão, com ingredientes 100% naturais e veganos. 

Agora, se vocês tiverem manchas devido à luz azul, a dica é abusar de produtos com ação clareadora. Uma ótima dica é a Máscara Facial Iluminadora Ylang Ylang, que além de iluminar pelos efeitos clareadores da argila dourada, ela estimula a produção de colágeno da pele, através de seus ingredientes também totalmente veganos, naturais e cruelty free!


E aí, meninas? Gostaram de saber mais sobre a luz azul e como se proteger? Não se esqueçam de manter a proteção e o skincare em dia como forma de prevenção e até o próximo artigo!


Beijo, Isa! <3

6 comentários

  • Ameiii, inclusive acabei de ligar o modo proteção no meu celular, não fazia ideia, obrigada

    Rossello Oliveira

Deixe um comentário

Nome .
.
Mensagem .
Carregando Ambiente Seguro