Cosméticos Artificiais São Perigosos?

Hello, amores!


Existe uma porção de substâncias químicas que podem ser encontradas em alimentos, remédios e outros produtos que utilizamos em nosso dia a dia. Ainda assim, os grandes campeões — no que diz respeito à utilização de químicos em sua formulação —, sem sombra de dúvidas são os Cosméticos Artificiais e demais produtos de cuidados pessoais.


A grande questão é, será que cosméticos artificiais são perigosos? Neste artigo irei explicar para vocês quais são as substâncias mais utilizadas, os perigos de se usar esse tipo de produtos e alternativas mais saudáveis, naturais e eco-friendly. Bora lá, meninas?

 

O que São os Cosméticos Artificiais?


Para entender melhor o que são os cosméticos artificiais, amores, é preciso ter em mente que todos eles têm substâncias químicas em suas formulações. Esses compostos são, muitas vezes, obtidos por processos de sínteses químicas realizadas em laboratórios. Já outros deles podem ser retirados diretamente da natureza, como a água e o cloreto de sódio (nome científico para o sal de cozinha).


Essas substâncias normalmente são utilizadas na formulação de cosméticos artificiais, com elementos derivados de petróleo, voltados para conservação, e para promover cor, aroma, maciez, brilho, etc. Muitas vezes é possível encontrar a presença de vários deles em um único produto cosmético. Alguns deles são:


  • formaldeído;
  • ftalatos;
  • metais pesados;
  • parabenos;
  • petrolatos;
  • polietileno;
  • propilenoglicol.
  • sulfatos;
  • toluenos;
  • triclosan;

A cada ano que passa, essas substâncias fazem com que a ação dos cosméticos seja cada vez mais satisfatória e rápida. Isso acontece pois são feitas milhares de pesquisas com tecnologias avançadas, para que tenham o máximo de aproveitamento. Mas o custo para que isso aconteça é caro, meninas, e quem paga somos nós com o declínio do nosso futuro. 

Impactos dos Cosméticos Artificiais na Natureza

Por trás do glamour desses produtos, existem impactos negativos ao meio ambiente que, muitas vezes, podem ser irreversíveis! Eu já comentei com vocês neste artigo que a indústria utiliza cerca de 10000 substâncias químicas (nomeadas POPs, Poluentes Orgânicos Persistentes) para a fabricação dos cosméticos artificiais.


Dentre elas, uma das mais prejudiciais é o polietileno, que é um dos vários tipos de plástico que existem. E por incrível que pareça, meninas, essa substância está presente na maioria dos cosméticos, como shampoos, cremes esfoliantes e até mesmo nas pequenas partículas que formam as maquiagens em pó. Na forma de microesferas, uma grande quantidade de plástico escapa pelo ralo e se encaminha para os sistemas de esgoto.


Como o processo de filtragem não consegue barrar resíduos tão pequenos, as mini partículas de polietileno vão para lagos, rios e oceanos. Por não serem biodegradáveis, demoram milhares de anos para se decompor, o que acaba desequilibrando o ecossistema desses habitats. E ainda tem mais, amores: embalagens plásticas e demais objetos (como cotonetes) têm o mesmo destino das pequenas esferas. 

Malefícios dos Cosméticos Artificiais na Saúde

E como se não bastasse que esses cosméticos fossem perigosos poluentes para a natureza, seu consumo pode acarretar graves consequências para a saúde de nosso corpo. O motivo é que a nossa pele absorve todos os produtos químicos que colocamos nela, tóxicos ou não. 


Para que vocês entendam o quão séria é a situação, meninas, vou listar a seguir as consequências que algumas das principais substâncias tóxicas em cosméticos artificiais podem provocar no organismo:


  • formaldeídos: são poderosos agentes cancerígenos;
  • ftalatos: podem prejudicar a produção de hormônios e danificar o sistema reprodutivo;
  • metais pesados: também são cancerígenos, podem danificar rins e sistema nervoso;
  • parabenos: podem provocar câncer e alterar o metabolismo de hormônios e glândulas;
  • petrolatos: além de cancerígeno é altamente alergênico
  • propilenoglicol: numerosos estudos vinculam essa substância à dermatite de contato, distúrbios do sistema nervoso central, renais e hepáticos, inibição do crescimento e  gastrointestinais, náusea, dor de cabeça e vômitos

Todos esses dados foram coletados através de estudos que existem atualmente. Pesquisadores relacionaram o consumo de cosméticos (formulados com essas substâncias) ao surgimento de patologias a longo prazo. Isso abre margem para que as entidades reguladoras de todo o mundo (como a ANVISA no Brasil) sejam falhas em relação à regulamentação destes produtos. Situação super preocupante, não é mesmo?

Alternativas aos Cosméticos Artificiais

Agora que vocês já sabem alguns dos impactos desse tipo de substâncias químicas, fica claro que cosméticos artificiais SÃO perigosos, amores. E é por causa disso que tanto as pessoas como a indústria, em geral, têm cada vez mais se conscientizado da importância de se evitar o consumo de produtos tóxicos. 


Como alternativa, os cosméticos orgânicos, naturais e/ou veganos vêm tomando espaço no mercado cosmetológico, não só pelo impacto positivo ao meio ambiente, mas também pela capacidade de promover produtos sustentáveis, sem maus tratos aos animais e com ingredientes 100% naturais, que só trazem benefícios à saúde da nossa pele e corpo. Assim, fica fácil escolher por utilizar cosméticos veganos e naturais, aos convencionais, não é mesmo?


Nós da família Le Fruit Cosmetics, por exemplo, somos um pacote completo, modéstia à parte! Para deixar sua pele sempre linda e saudável, nossos produtos são totalmente naturais, veganos e cruelty free. Todos eles livres de conservantes, metais pesados, BHT, ftalatos, propileno glicol, petrolatos e demais substâncias tóxicas dos cosméticos convencionais. Confira as nossas opções de produtos aqui!

 

Foto: Cosméticos Naturais Le Fruit Cosmetics 


E aí, amores? Entenderam por que consumir cosméticos artificiais é tão perigoso? Devemos escolher sempre por um mundo mais são, incluindo cuidar da nossa própria saúde! Beijos e até o próximo artigo!

Deixe um comentário

Nome .
.
Mensagem .