O que é Psicologia Ambiental?

Olá meninas!


Como vocês sabem, nós da Le Fruit nos preocupamos muito com a natureza e com os recursos que utilizamos. Por isso, hoje eu quero falar com vocês sobre um assunto muito importante: a psicologia ambiental, área que estuda as nossas transações como indivíduos nos ambientes. 


Vocês já tinham ouvido falar sobre isso? Não?! Não tem problema, pois eu vou explicar tudinho sobre o assunto, afinal, nós precisamos entender a nossa relação com o meio ambiente… Continuem a leitura e entendam!


O que é psicologia ambiental?


Como o nome mesmo explica, amores, a psicologia ambiental é um ramo da psicologia que estuda a pessoa e suas inter-relações e transações com o meio ambiente, seja ele físico ou social, pensando como nós, como indivíduos, mudamos o meio em que vivemos e, da mesma forma, como o meio ambiente, também, altera cada um de nós. Assim, os estudos desta área incluem a teoria, a pesquisa e a ação, visando a melhor do nosso relacionamento com o meio ambiente e a descoberta de soluções para problemáticas que envolvem os ambientes.


Não há um autor ou uma data que define o início deste ramo de estudo, contudo, muitos estudiosos acreditam, e defendem, que o termo tenha sido mencionado pela primeira vez por Willy Hellpach, em sua obra Geopsyque, publicado em 1911. Nela o autor analisa como as fases da lua podem causar variações na psique humana, entre outros tópicos. Apesar disso, a área de estudo só se desenvolveu a partir da Segunda Guerra Mundial.



Conceito psicologia ambiental


A psicologia ambiental é conceituada pelo Journal of Environmental Psychology, como um estudo científico das transações e inter-relações entre as pessoas e seus arredores físicos, sejam estes naturais ou construídos, do uso da natureza e dos recursos, além do comportamento relacionado à sustentabilidade.


Só com essa definição, amores, já podemos perceber como a área de estudo é ampla e repleta de teorias, porém, as principais perspectivas que definem a maneira como nós agimos, costumam recair sobre os seguintes tópicos


  • Biologia Ecológica: estudo do meio ambiente e dos seres que o habitam;
  • Behaviorismo: estuda a psicologia por meio da observação;
  • Psicologia Gestalt: teoria que afirma que é necessário compreender o todo para, depois, compreender as partes;
  • Determinismo geográfico: concepção onde o meio ambiente exerce forte influência fisiológica e psicológica nos indivíduos;
  • Teoria do Comportamento Planejado (TPB): tem por base o pressuposto de que as decisões individuais são tomadas de forma racional, através de informações disponíveis.

São conceitos complexos esses, não acham meninas?! Mas, existem diversas outras teorias que guiam as discussões na área da psicologia ambiental. Eu acho incrível e acredito que o meio ambiente influencia mesmo a nossa personalidade… E vocês?!


Estudo psicologia ambiental


Agora que vocês compreendem um pouco sobre o que é e os conceitos da psicologia ambiental, fica mais fácil entender como ela utiliza de outras ciências para estudar as relações entre pessoa e meio ambiente. É importante ressaltar, meninas, que o meio ambiente pode ser a casa, o bairro, a cidade em que vive e trabalha, mas, também, a região geográfica, o clima, a cultura social, determinando assim, seu modo de viver.


Além disso, podemos citar algumas questões analisadas pelos pesquisadores da psicologia ambiental, como a posição humana frente às mudanças climáticas, o seu comportamento dos perante o aquecimento global, o uso dos avanços tecnológicos, as respostas ao afastamento do homem e da natureza em seu emocional, etc.


Exemplos de psicologia ambiental


A partir dos conceitos e da linha de estudo da psicologia ambiental, é possível entender a sua atuação. Contudo, para vocês entenderem de forma, ainda mais, clara, eu separei alguns exemplos de como esse importante ramo atua e pode beneficiar a sociedade de forma geral:


  • Os resultados das pesquisas ajudam a motivar as mudanças comportamentais em relação ao meio ambiente e o uso de recursos naturais;
  • A análise e a reflexão sobre o local em que vivemos e nosso papel no mundo;
  • Mudanças no estilo de vida, de forma que as pessoas adotem medidas mais sustentáveis;
  • Aumento da consciência do ser humano sobre a natureza e o planeta;
  • Encorajamento para melhorar o comportamento e a relação do indivíduo com o planeta.

Esses são só alguns exemplos de benefícios da atuação deste ramo de estudo em nossa sociedade. E vocês meninas? Como vocês estão usando e pensando o meio em que vivem? Como está a relação de cada uma com a natureza?


Eu, pessoalmente, torço para que a humanidade tome consciência do meio em que vive e do seu papel. Além de, claro, entendermos que da mesma forma que somos influenciados pelo meio em que vivemos, nós influenciamos (e transformamos) o ambiente em que estamos.


E, caso queiram conferir mais textos informativos como esse, que nos fazem refletir sobre o mundo e nossas ações, acessem os seguintes artigos aqui do blog:


Embalagens Reutilizáveis: Porque Grandes Empresas Estão Aderindo

Impacto Social e Econômico do Lixo: Porque é importante saber?

O que Você Pode Fazer Pela Economia Sustentável?

Consumo Consciente: O que podemos fazer pelo Meio Ambiente?

Produtos de Beleza Industrializados VS Meio Ambiente


Beijos, Isa!



Deixe um comentário

Nome .
.
Mensagem .